3 técnicas de negociação com clientes para nunca perder uma venda

Os processos de negociação com clientes sempre representam um desafio para qualquer microempreendedor. Afinal, como conseguir bons negócios em meio a um mercado tão competitivo e fechar transações importantes diante de um público consumidor cada vez mais exigente e criterioso?

Em primeiro lugar, é necessário relembrar o significado de “negociar”. Quando essa palavra aparece no dia a dia, logo se pensa em persuasão, estratégia de redução de preços, abordagem agressiva, entre outras ideias relacionadas ao assunto.

Neste post, explicamos como fazer uma ótima negociação no momento das vendas, reconstruindo a noção de negociar. Continue conosco e confira nossas orientações!

Dicas infalíveis de negociação com clientes

Nossa intenção não é apresentar regras absolutas nem um manual engessado de como negociar. Pelo contrário, abordamos de maneira objetiva algumas técnicas que cabem a qualquer tipo de vendedor. Veja:

1. Apresente a importância de seu produto/serviço

A primeira dica consiste em algo básico em todo processo de negociação: apresentar a importância de seu produto e/ou serviço, destacando suas vantagens, qualidades e impactos práticos. Para isso, é necessário conhecer bem o objeto da negociação e, consequentemente, convencer o cliente a efetuar a compra ou a contratação.

2. Demonstre calma, confiança e credibilidade

Muitas vezes, a pressão por bater metas ou tirar o empreendimento da crise faz com que as pessoas se mostrem ansiosas e desesperada para fechar o negócio. Esse tipo de situação gera desconfiança e afeta a credibilidade. Lembre-se de que o consumidor gosta de sentir segurança, portanto, transmita isso a ele!

3. Capriche no atendimento

A rotina de trabalho geralmente é puxada e não permite algumas avaliações pertinentes, dentro da empresa. Uma delas é em relação à qualidade do atendimento ao cliente. Afinal, não é possível fechar bons negócios sem prestar bons atendimentos. Em um cenário no qual o mundo comercial trava uma verdadeira guerra por consumidores, atender bem é um diferencial indispensável.

Conferindo um novo sentido ao termo “negociar”

Convém, também, trabalharmos um pouco melhor a noção do verbo negociar, no contexto do universo comercial. Diferentemente do que muitos pensam, essa prática não diz respeito a persuadir um cliente de forma maliciosa visando apenas fechar uma venda. Igualmente, não tem nada a ver com passar por cima de alguém ou difamar a concorrência.

A arte da negociação se manifesta por meio de outros aspectos, como a capacidade de construir bons relacionamentos e estabelecer vínculos de confiança. Mais do que isso, podemos compreender a estratégia de negociar como um conjunto de técnicas de convencimento, por meio da ética, empatia, inteligência, bons produtos e/ou serviços e cordialidade.

A importância de uma abordagem estratégica

Neste post, estamos tratando a negociação como uma prática geral para qualquer pequena empresa, independentemente ramo de atuação. Afinal, todo negócio precisa vender seus produtos ou serviços, não é mesmo? Por isso é tão importante planejar a negociação com clientes.

A abordagem estratégica é aquela que busca oferecer ao consumidor o que ele procura, necessita ou deseja. Bons negociantes são prestativos, educados, comunicativos, éticos, empáticos, observadores e, sobretudo, conhecedores do perfil do seu público-alvo.

Para finalizar, vale ressaltar um último ponto: a negociação com clientes consiste em relacionamento e tem como objetivo de fidelização. Enfim, vai além de vender ou simplesmente fechar contratos momentâneos. Os bons negócios são duradouros e seus resultados geram benefícios para ambas as partes, inclusive.

Gostou deste conteúdo? Então aproveite e conheça as cinco melhores técnicas de vendas para aumentar o seu faturamento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *