Vender só no cartão de crédito é a solução? Entenda mais aqui!

vender no cartão de crédito

Nos dias de hoje, vender no cartão de crédito é uma das opções mais comuns. Afinal, ela pode gerar muitos benefícios tanto para o lojista quanto para o cliente. Mas será que vender somente por meio desse método é uma boa opção? Ou será que também existem pontos negativos?

Acreditamos que muitos lojistas se fazem essa pergunta todos os dias, visto que possuem muitos desafios relacionados ao pagamento das suas vendas. No entanto, no fim das contas, todas essas dúvidas acabam levando a um propósito maior: conseguir vender mais e garantir a sustentabilidade do negócio.

Preparamos este conteúdo para falar sobre as vantagens e as desvantagens em realizar vendas apenas por meio do cartão de crédito. Confira!

Quais são as vantagens de vender apenas no cartão de crédito?

Facilidade no pagamento

A primeira vantagem está focada em uma das principais razões da existência de qualquer negócio: o cliente. O fato é que não há mais dúvidas de que oferecer a modalidade de pagamento por cartão de crédito contribui muito para que o consumidor fique satisfeito, pois o processo de pagamento é fácil e ágil.

Os clientes que possuem a facilidade do pagamento no cartão de crédito acabam também preferindo essa opção, pois ela tanto contribui para evitar que eles precisem sair com dinheiro em espécie no bolso, como também representa não precisar arcar com o gasto logo no momento da compra.

Aumento das vendas

Vamos imaginar que você não aceite pagamentos no cartão. Com certeza você estará perdendo vendas, concorda? Logo podemos afirmar que aumentar as vendas é muito mais possível quando se oferece a opção de pagamento com cartão de crédito. Afinal, ela abre margem para que o cliente sinta-se estimulado, quando possui limite disponível, a fazer uma compra, na medida em que não há desculpas para concluí-la, basta passar o cartão!

Visto que essa é uma forma de pagamento que realiza a cobrança somente no futuro, é natural que o cliente tenha menos resistências no momento da aquisição.

Competitividade com a concorrência

Por diversos motivos, alguns estabelecimentos ainda optam por não oferecer o pagamento com cartão de crédito. Um desses motivos é o custo de taxas cobrados pela administradora do cartão, que não é algo que agrada. Apesar disso, as chances dos seus concorrentes oferecerem essa forma de pagamento são grandes, e você não pode ficar atrás dos seus concorrentes, não é mesmo?

Sendo assim, é possível perder clientes que preferem especificamente essa forma de pagamento ou a tem como única opção para adquirir um produto ou serviço.

E quais são as desvantagens?

Cobrança de taxas de serviço

Não tem como fugir das taxas de serviço quando o pagamento é realizado por meio do cartão de crédito. E, quando comparadas com outras formas de pagamento, elas são ainda maiores.

Isso pode afetar a margem de lucro do lojista, visto que ele precisa arcar com esse custo ou aumentar o preço final do produto. Caso o cliente opte por parcelar, a taxa pode ser ainda maior.

Prazo para recebimento

Além das taxas, há também a questão de que o prazo para recebimento do valor é mais extenso, principalmente se a compra for realizada por meio de parcelamento. Esse fato faz com que haja a necessidade de um capital de giro maior.

É verdade que existe a alternativa de receber antecipadamente, mas há um custo adicional para que isso seja possível, o que torna esse método ainda mais dispendioso. É preciso avaliar muito bem esse custo na composição do preço final do produto.

Menos visita a sua loja

Quando um cliente faz uma compra parcelada pelo cartão de crédito, o valor total é processado de uma vez só e o pagamento é feito através de boleto bancário ou fatura que ele recebe em casa, fazendo com que não precise voltar todos os meses para pagar as parcelas. O fato do cliente não precisar voltar a sua loja é uma perda importante de oportunidade, pois seria uma ótima chance para oferecer outros produtos ou mostrar as novidades, não é mesmo?

Limite insuficiente

Muitas vezes, o cliente se decidiu por comprar o produto mas o limite disponível no cartão não é suficiente. Se você não tiver outras formas de pagamento na sua loja, como crediário próprio, por exemplo, é bem provável que a venda seja perdida, pois as chances de ele desistir ou não ter como pagar no momento são grandes. Veja só as grandes redes de varejo: todas elas oferecem uma infinidade de formas de pagamento, sempre com o intuito de não perder vendas.

É bastante significativo entender que, antes de decidir vender apenas no cartão de crédito, é preciso avaliar em qual momento seu negócio está, considerando principalmente se a sua operação tem condições de lidar com essa realidade.

Em nossa opinião final, vender no cartão é imprescindível nos dias de hoje, torna o pagamento mais prático, rápido e fácil, mas vender apenas no cartão, abrindo mão de outras formas de pagamento, pode fazer com que suas vendas diminuam consideravelmente. Cabe a você empresário analisar o que é melhor para a realidade da sua empresa.

Então, gostou do nosso conteúdo? Aproveite e deixe um comentário no post!

 

Gostou do post? Viu como essas informações podem ajudá-lo a ampliar seus conhecimentos de gestão para sua empresa? Então, aproveite para assinar nossa newsletter e não perca nenhuma novidade do blog!

4 comentários em “Vender só no cartão de crédito é a solução? Entenda mais aqui!

  1. Pingback: Crediário próprio: como funciona e como implementá-lo na sua empresa

  2. Pingback: Saiba como diminuir a inadimplência em sua empresa de uma vez por todas - Nosso Crediário - Crediário Próprio Profissional

  3. Pingback: Descubra como emitir boleto bancário sem ter convênio em bancos - Nosso Crediário - Crediário Próprio Profissional

  4. Pingback: Crediário próprio em lojas: por que devo ter na minha? - Nosso Crediário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *